Da África: Quando Caiu Maná em Angola

O pão nosso de cada dia dá-nos hoje. Mateus 6:11

Em 1939 houve em Angola, África, uma severa seca, que afetou um de nossos postos missionários ali existentes. Como não houve colheitas, o alimento no posto começou a escassear, até que em abril se acabou.

O diretor da Missão estava ausente, de modo que a esposa convocou uma reunião de oração, e os cinqüenta habitantes da Missão se reuniram para orar pedindo alimento, como Cristo ensinou no Pai Nosso.

Enquanto conversavam, depois da reunião, a filha do diretor saiu. Dentro em pouco voltou, toda agitada, com as mãos cheias de uma substância branca, que ela comia sofregamente.

Contou que vira três europeus que lhe disseram: “Menina, Deus respondeu as orações de vocês. Ele lhes mandou alimento. É o maná. Tome-o e coma!”

Todos os que haviam assistido à reunião de oração saíram da igreja e, com efeito, o chão estava coberto de uma substância branca, mas não havia pesssoa alguma à vista. Quando provaram aquela substância, era doce como mel, e extremamente saborosa.

O maná caiu por três dias, mas, diferentemente do maná dos tempos bíblicos, não se estragou. O pessoal da Missão encheu todas as panelas, tigelas e outras vasilhas que puderam achar. Esse alimento os susteve até à colheita.

Ninguém viu o maná cair. Quando o sol secava o orvalho, lá se apresentava ele. Só foi encontrado nos quarenta acres de terra cultivada da Missão. (Cada acre, ou jeira, tem 4.047 metros quadrados.)

O diretor da Missão voltou com tempo de testemunhar o milagre. Enviou uma vasilha contendo uma amostra do maná, com um relatório do caso, ao escritório da Divisão Sul-Africana.

Quando eu era menino, uma das minhas maiores sensações era ver uma amostra desse maná num vidrinho e ouvir a história, contada pelo Pastor E. L. Cardey*, que era naquele tempo missionário na África.

Em 1970 o Pastor Cardey informou minha mãe de que ele possuía ainda um pouco, num vidro hermeticamente fechado.

Relatado por James e Priscilla Tucker em Lições de Deus na Natureza – Inspiração Juvenil, p. 127. Casa, 2004.
Leia também: Milagres: O Verdadeiro e o Falso

*Em 1943, inspirado no sucesso do programa de rádio A Voz da Profecia — que passou a receber milhares de pedidos de lições bíblicas por correspondência assim que foi lançado nos Estados Unidos, em 1926, por H. M. S. Richards —, o Pastor E. L. Cardey se dispôs a começar um trabalho missionário semelhante na Cidade do Cabo – África do Sul.

Como à época não havia rádio disponível para ele, Cardey colocou anúncios nos jornais oferecendo um curso bíblico por correspondência, com 24 lições, para quem tivesse interesse em se inscrever. Para sua surpresa, ele recebeu trinta mil inscrições no primeiro ano! Hoje a escola bíblica por correspondência A Voz da Profecia na Cidade do Cabo oferece vários cursos (em Inglês, Zulu, Xhosa, Africâner e outros idiomas) e continua tendo milhares de alunos ativos.


About these ads

7 thoughts on “Da África: Quando Caiu Maná em Angola

  1. 25 de Mayo 2011
    Yo estaba buscando aver si la historia de la mana estaba en el Internet. A mi gran sorpresa, aqui esta’.
    Cuando yo era nina de 13 anos en 1952, yo asistia un pequena escuela en Georgia y Pastor E.L.Cardey vino a esta escuela un dia y nos conto’ esta historia de manera que lo he contado muchas veces a otras personas pero nunca esperaba verlo en el Internet con mas detalle.
    El tuvo la botella/frasco oscuro de color “brown” con la mana y mostro esto a todos los jovenes presentes. Este evento por mi es un evento que ha marcado mi vida con esperanza por la segunda vida de Cristo y que nos va cuidar durante los tiempos mas duros antes que El viene.
    Lo bonito de este evento fue que permitio’ cada joven a sentir el olor fragrante y ver la mana en el frasco. Mi alma joven sentia la presencia de Dios en este momento saborando la experiencia! Y ahora otra vez para ver la historia en mas detalle.
    Precioso es contar como Dios ha guiado Su pueblo en el pasado y no debemos olvidarlo porque no tenemos nada que temer por el futuro segun la Hna. Elena White en Life Sketches, pag. 52.
    Roby Angelina Sherman

  2. Roby,

    Gracias por el comentario. Su precioso testimonio también nos trae consuelo y esperanza. Maranatha! Dios los bendiga!

  3. Realmente… Deus seja Louvado. è claro e evidente, que os Tomés da atualidade, vão tecer criticas e comentários negativos sobre o acontecimento. Ocorre que desse alimento que continua a cair, em quantidade menor até esta data e no mesmo local, foi colhida amostra pelo Pastor Gérson Pires de Araújo, a qual foi analisada aqui no Brasil pela Universidade de Campinas cujo resultado constatou se tratar de um substãncia apropriada para a alimentação humana. Os milagres continuam existindo, Nós é que na maioria das vezes somos cegos, surdos e mudos para as verdades Biblicas.

  4. Ontem eu vi o Saci-Pererê, ele me abençoou. Depois vem os “são tomés” dizendo que é tudo mentira ou invenção minha.

  5. Muito fui edificado com estes relatos. Procurei na net e encontrei um relato mais atual e provas físicas: Uma análise da amostra do maná feita pela Unicamp.
    Darcy, você fotografou o Saci-Perere?
    Saiba que o maná não apenas foi fotografado, mas passou por análise química pelos especialistas da Unicamp!
    Que nosso Senhor Jesus Cristo derrame o Seu Espírito sobre todos gerando mais fé nas coisas de Deus!
    Abraços!
    pr. Daril

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s