Publicado em Comemorações

Design e as Pegadas na Areia

Em resposta à conclamação do amigo lusitano Marcos Sabino (“O desafio que eu lanço aos cristãos que acompanham este blogue é que participem activamente no debate Criação vs. Evolução…”) e também em comemoração ao aniversário recente do seu blog A Lógica do Sabino, reproduzo aqui um dos seus posts, recheado de links interessantes:

Pegadas na areia

Todos nós já deixamos as nossas pegadas na areia da praia. Umas são grandes, outras são pequenas. Umas são mais largas, outras menos. E elas lá permanecem até que venha uma onda e as apague totalmente.

Imagina agora que vais para uma praia pouco frequentada. Reparas que há um par de pegadas na areia junto ao mar. Tu não viste ninguém a deixá-las ali. Será que aquelas pegadas foram produzidas pelas forças naturais das marés e do vento ou, antes, foram deixadas ali por alguém? Qual seria a tua resposta?

Se pensaste como eu, respondeste: foram deixadas ali por alguém. Repara que tu não viste ninguém a fazê-las nem conheces nada a respeito do autor delas. Não sabes o nome dele, onde mora, se é casado, etc… não sabes mesmo nada. Além disso, ele nunca falou contigo ou comunicou de alguma outra maneira. A tua experiência diz-te que aquele tipo de marcas são sempre o resultado da acção humana. Tu já viste várias vezes as pessoas deixarem pegadas na areia e, como tal, concluiste que aquelas também foram feitas por alguém.

Da praia para o interior dos seres vivos

Agora vamos virar a nossa atenção para os seres vivos. Muito se discute sobre como eles vieram á existência. Deus criou-os ou eles foram-se criando a eles mesmos, sem intervenção de ninguém?

Os avanços da ciência possibilitaram conhecermos o interior dos seres vivos. Dentro deles, operam verdadeiras máquinas biológicas altamente sofisticadas que, em coordenação, desempenham várias funções. Imagina a melhor máquina alguma vez construída pelo homem. Pois bem, fica sabendo que essa máquina, seja o que for, não se compara ao design encontrado nos seres vivos.

Actualmente, a ciência sabe que as esponjas possuem tecnologia de fibra óptica, os cílios primários (estruturas presentes dentro das células humanas) operam do mesmo modo que um sistema de GPS, as moscas têm sensores acústicos altamente apurados e são o mais sofisticado engenho voador do planeta, as asas das borboletas actuam como minúsculos receptores de energia solar, as escamas dos besouros actuam como cristais fotónicos, alguns insectos usam infravermelhos para encontrarem comida, o cérebro humano supera, de longe, o melhor dos computadores, as plantas possuem termóstatos, os peixes eléctricos possuem um regulador de iluminação, etc. A lista é infindável. E muitas mais estruturas faltam ser descobertas pela ciência.engenho3

Nenhum de nós viu alguém a projectar e a “construir” estes sistemas biológicos. Mas a nossa experiência diz-nos que este tipo de estruturas é sempre o resultado de uma mente inteligente. Nós sabemos, pela observação, que estruturas como fibra óptica, infravermelhos, computadores, termóstatos, etc, vêm à existência apenas porque alguém as cria. Mesmo não vendo a pessoa que as criou, nem sabendo nada a seu respeito, nós sabemos que elas foram criadas por intermédio de alguém. A nossa experiência empírica diz-nos isso.

CONCLUSÃO

Semelhantemente às pegadas na areia, também as estruturas biológicas aqui faladas foram criadas por alguém. Elas não surgiram sem intervenção inteligente. A nossa experiência mostra-nos isso, mesmo se não soubermos nada a respeito do seu criador.

Mas Deus revelou-se ao ser humano através da Sua Palavra e tu hoje podes conhecer este maravilhoso Criador. Ele já fez o trabalho todo ao morrer na cruz por cada pecado nosso. Ele não tinha de vir à Terra em forma humana… não deixaria de ser Deus. Mas Ele quis fazê-lo porque não quer que tu te percas.

E é tão fácil chegares a Deus: “Porque, se com a tua boca confessares a Jesus como Senhor, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, será salvo” (Romanos 10:9)

2 comentários em “Design e as Pegadas na Areia

  1. Obrigado, Sabino. Valeu o incentivo!
    Muitas idéias em rascunho, mas muitas atividades paralelas também. Já me organizo…espero.
    Abraço!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s