Publicado em Livros, Pensamentos, Reflexões

É Excelente Ser Cristão – É Cristão Ser Excelente

O primeiro livrinho que terminei de ler agora no início do novo ano foi “A Busca da Excelência”, de Ted Engstrom e Robert Larson (Editora Vida, 95 páginas). A edição original, em inglês, é de 1982. Num desses dias em que se tenta organizar uma estante desalinhada, ao vê-lo espremido entre outros livros maiores, mais ou menos da  mesma “idade”, achei que pudesse ser uma boa opção de leitura para as primeiras manhãs de janeiro. De fato, foi uma ótima escolha. Os trechos que compartilho aqui mostram que sua mensagem é atemporal e pode ser aplicada à prática em qualquer estágio do ano, ou da vida. Boas leituras em 2010!

O mais elevado e o melhor ― este deveria ser o alvo de cada filho ou filha de Deus. Se você não está esticando a si mesmo e aos seus talentos, pergunte a si próprio o por quê disso. E depois faça algo a respeito. Abra mão de suas pequenas ambições e creia num Deus grande. Lembre-se de que “Deus é maior”! Revolte-se contra sua própria mediocridade, e depois faça algo construtivo a fim de sair da velha rotina.

“Seja o que for/Por impossível que pareça/Seja qual for o obstáculo que se interponha entre você e ele/Se for nobre/Se for coerente com o reino de Deus, você deve desejá-lo ardentemente e esforçar-se por alcançá-lo.” (Charles Paul Conn)

Deus sempre escolheu usar pessoas como você e eu. Frágeis? Sim. Propensos a enganos? Claro que sim. Perfeitos? Nunca. Mas apesar de todas as coisas que pudermos arrolar de errado conosco, ainda há um grito que ecoa nos céus: “Eu amo vocês, e vocês são meus filhos.”

Esforçar-nos por alcançar a excelência em nosso trabalho, qualquer que seja ele, é não só nosso dever cristão, mas também uma forma básica de testemunho cristão.

Não fique aí parado…Faça alguma coisa. Há tantas coisas que fazer. Como posso decidir o que é realmente importante para mim e minha vida?…Se você enfrenta essa dificuldade, talvez o mais simples conselho de que necessite seja: Faça alguma coisa. Escolha um alvo e trabalhe a fim de alcançá-lo. Mais tarde você poderá modificá-lo, expandi-lo, ou mesmo substituí-lo por outro melhor. Mas, primeiro, tome  uma decisão. Decida-se a decidir.

“O estabelecimento de um alvo é o segredo de um viver bem-sucedido…sempre tenha o próximo alvo no fundo da mente, uma vez que a maior satisfação vem de perseguir um alvo, e não simplesmente de atingi-lo.” Art Kiev

Comece agora. Hoje. Não se prepare indefinidamente para fazer aquele curso, ou ensinar naquela classe bíblica, ou procurar aquela promoção. Faça-o agora. Se estiver apavorado, admita-o. Você verificará que basta a admissão do fato para acalmar-lhe o coração e desenrugar a sobrancelha.

Os “erros” são importantes. Seja você inventor, dona-de-casa, estudante, pastor, executivo, deve adotar o mesmo princípio que guiava a Edison em seu trabalho de laboratório: Aprender dos erros e continuar. Com efeito, absolutamente não os chame de erros; chame-os treinamento.

A Bíblia está repleta de exemplos do modo como Deus transformou os fracassos de pessoas ― e pecados perdoados ― em grandes triunfos. Esse é o seu negócio.

De Jesus se disse: “Tudo ele tem feito esplendidamente bem.” Um Jesus de mediocridade, um Jesus que pertence à média das pessoas, não é o da Bíblia. E se quisermos um modelo de alguém que correu riscos e viveu uma vida de excelência, não podemos encontrar nenhum melhor do que nosso Senhor… Jesus também disse que seus seguidores ― você e eu ― faríamos coisas maiores do que as que ele havia feito. Você já se perguntou se era isso mesmo que ele pretendia dizer? Se era, então necessitamos da sua disciplina e da sua coragem.

Ainda está em vigor uma antiga lei de poderoso efeito. Ela é tão velha quanto o lavrador que plantou a primeira semente há milhares de anos. Você colhe o que semeia. Se não lhe agradam as colheitas que estão crescendo ao redor de seus pés, talvez lhe convenha conferir e ver o que está plantando atualmente…um sorriso gera um sorriso. Pensamentos negativos estimulam o crescimento de mais pensamentos negativos.

Essa zona de mediocridade chamada de “crepúsculo cinzento” não é lugar para a pessoa comprometida com a vida de excelência ― e por certo não é lugar para um filho de Deus.

“Doenças da atitude”: Indiferença, Indecisão, Dúvida, Preocupação, Cautela em Excesso…estão sempre prontas para infestar e infeccionar o jardim da sua mente. Assim, esteja alerta. Semeie atitudes construtivas, que o conduzam um passo mais próximo, cada dia, dos alvos que você fixou para si próprio.

A maioria das pessoas em nosso país vive dia após dia abaixo de seu potencial concedido por Deus. “Você deve ter alguns grandes modelos.” (Sperry) Esses personagens podem ser líderes da comunidade, pastores, donas-de-casa, professores, pais, ou colaboradores. Observe-os cuidadosamente. Converse com eles. Descubra o que eles lêem. Investigue seus interesses…O sucesso deixa pistas. Examine as qualidades específicas que os colocam à parte: Disciplina pessoal, Visão, Otimismo, Senso de aventura, Coragem, Humildade, Humor, Confiança, Ira, Paciência, Integridade.

“A maioria das pessoas morre antes de plenamente nascida. Criatividade significa nascer antes que a pessoa morra.” (Eric Fromm) A criatividade foi embutida em cada um de nós; ela faz parte de nosso desenho. Sempre que não vivemos à altura de nossos poderes criativos estamos reduzindo a dimensão da vida que Deus tinha em mente para nós… Em um de seus livros, Earl A. Loomis Jr. faz importante pergunta: “Por que temos medo de aceitar nossas virtudes? Por que as ocultamos atrás de estimativas imprecisas e temores irrazoáveis?” Então ele propõe esta resposta: “Basicamente resistimos ao reconhecimento de nossos valores porque, uma vez reconhecidos, devem ser usados.”

Que há mais de atormentador do que reconhecer um potencial e então recusar-se a pô-lo a funcionar? É como possuir uma droga milagrosa capaz de salvar a vida de milhares de pessoas, mas guardá-la trancada a sete chaves. Somos convocados para tomar as energias que Deus nos deu e obrigá-las a realizar trabalho produtivo para nós mesmos e para os outros. Isso é o que significa ser criativo… Se você resolver deixar que seus talentos passem, esteja preparado para aceitar o severo veredicto daquela antiga lei: Aquilo que você se recusa a usar, certamente o perderá.

Acha você que poderia trabalhar na sua criatividade somente se as circunstâncias mudassem? Tolice. O ambiente “perfeito” ainda não foi inventado ― e provavelmente nunca o será… Agora é o momento para desenvolver novos hábitos, novos alvos, e novas perspectivas que dêem à sua vida uma qualidade que traga honra ao Deus que o amou de tal maneira que deu a vida por você. Não fique apenas pensando a esse respeito. Aja!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s