Publicado em Comemorações, Livros, Perguntas e Respostas, Reflexões

Sexo, Amor ou Paixão?

Recentemente consegui “recuperar” num sebo, com negociação via internet, o livro “Sexo, Amor ou Paixão?” (Mundo Cristão, 1986), de Ray E. Short. A proposta do autor é prestar auxílio a quem tenta determinar se seu romance é um caso de amor verdadeiro ou simples paixão. Ray, que foi professor de sociologia da Universidade de Wisconsin, apresenta 14 pistas simples que ajudam a testar um relacionamento. Com a aproximação do  Dia dos Namorados, tive a ideia de apresentar aqui o resumo de cinco delas:

  • Qual é a maior atração?

Sinais de paixão. Se você está apaixonado, seu principal interesse provavelmente se fixará no equipamento físico da pessoa.[…] A ênfase fica nas coisas que você percebe imediatamente – o que você pode ver, ouvir, cheirar, provar ou tocar.

Sinais de amor. Quando você ama realmente alguém, entretanto, seu interesse é fixado na personalidade total da pessoa. Você se sente atraído pela pessoa inteira. A aparência física é apenas uma parte das muitas coisas de que gosta.

  • Quantos fatores atraem?

Pense no maior número de coisas de que gosta a respeito dele ou dela. Faça uma lista por escrito. Inclua itens como a maneira como a pessoa age, pensa, sente e também sua aparência.

Sinais de paixão. Na paixão o número de fatores que atraem você é relativamente pouco. Todavia, essas coisas que provocam atração podem parecer verdadeiramente sedutoras.

Sinais de amor. Se for amor, muitas ou a maioria das qualidades da pessoa – e do relacionamento – atraem você.Você não gosta só da maneira como a pessoa fala e de sua aparência, mas também de seu modo de pensar e sentir sobre as coisas e pessoas. Classe social, valores e religião, filhos e controle de natalidade, dinheiro, onde e como viver, conceitos sobre casamento e papel a ser desempenhado, alvos e esperanças para o futuro…quanto mais vocês concordarem sobre essas e outras questões importantes, tanto maiores suas chances de êxito no casamento.

  • Como ele afeta sua personalidade?

Sinais de paixão. A paixão romântica, e não o amor, é que tem um efeito caótico e destrutivo sobre sua personalidade. A paixão torna você menos eficiente, menos eficaz, menos autêntico. As pessoas provavelmente notam isso de imediato.

Sinais de amor. O amor verdadeiro terá um efeito organizador e construtivo sobre sua personalidade. Ele extrai o que há de melhor em você…O amor,  Duvall acrescenta,”é criativo, produz vontade de crescer, melhorar, trabalhar em direção a propósitos e ideais mais dignos. O amor se associa a sentimentos de autoconfiança, segurança e credibilidade.” O amor o leva a funcionar em seu nível mais alto.

  • Como vocês veem um ao outro?

Sinais de paixão. Quando você está apaixonado, vive num mundo de uma pessoa. Os dois se fecham no relacionamento. Ele se torna não só a coisa mais importante em seu mundo, mas também a única que lhes importa. O seu relacionamento tende a ser exclusivista. Os outros amigos se sentem postos de lado, negligenciados ou ignorados.

Sinais de amor. Como acontece com a paixão, no amor verdadeiro o ente amado pode ser a pessoa mais importante do mundo para você. Mas esta é a grande diferença: no amor real, você expande o seu mundo para incluí-lo. Se vocês dois se amam de verdade, não irão abandonar nem neglicenciar seus outros relacionamentos. Em lugar disso, acrescentam essa nova e maravilhosa relação a todas as demais que já possuem. Ele é um acréscimo e não uma substituição.

  • Como os outros veem vocês?

Sinais de paixão. Se você está apaixonado, as possibilidades são que seus pais e a maioria de seus amigos não aprovam o seu relacionamento. Os amigos de seu amado provavelmente não gostam muito de você e os seus também devolvem este sentimento na mesma moeda. Eles talvez não digam isso diretamente…Nos casos de paixão, cada um de vocês não irá também apreciar os amigos do outro…Tudo isso pode ser um sinal de advertência.

Sinais de amor. Quando se trata de amor, a maioria ou todos os amigos e pais aprovam. Vocês gostam dos amigos um do outro e sentem-se à vontade com eles por terem bastante em comum. Em alguns casos raros, um “amigo especial” pode sentir ciúmes e  portanto ressentir-se do tempo em que os namorados passam juntos. Mas na maior parte das vezes, existe uma aceitação mútua e amizade.

Mas o próprio Ray alerta: “Nenhuma pista tem valor sozinha.  Nenhuma delas é por si mesma uma base sólida sobre a qual tomar uma decisão.  Pode não haver algo como “amor puro” ou “paixão pura”. Seu relacionamento tem muito maior probabilidade de ser uma combinação de ambos. Você deverá olhar para além do que é indicado por qualquer pista isolada.  Precisa descobrir o que o padrão total de todas as pistas parece mostrar.”  Caso tenha ficado interessado em ler todo o livro, parece que há ainda um disponível aqui.

Espero que seu romance seja mais um caso de amor verdadeiro. Afinal, todos somos beneficiados quando alguém ama. “O amor…é benigno.” I Cor. 13:4. Como diz outra citação de Duvall no livro:  “Ouvimos dizer que ‘todos gostam de quem ama’…O inverso também é verdadeiro: ‘Os amantes amam todo mundo’.'”

Feliz Dia dos Namorados!

2 comentários em “Sexo, Amor ou Paixão?

  1. Marcelo,

    Infelizmente, não. A última vez que vi um à venda foi quando escrevi esta postagem (no link que disponibilizei acima). Se eu vier a saber de algum outro, passo a informação para o seu e-mail, tudo bem? Obrigado pela visita. Boas leituras!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s