Publicado em Pensamentos, Perguntas e Respostas, Reflexões, Sermões

Ecumenismo: Recusando a Unidade do Erro

“Permanecer dividido é pecado! Não disse nosso Senhor em oração: que eles sejam um, como nós somos um? (João 17:22).”

Um coro de vozes ecumênicas continua tocando essa melodia da unidade. O que eles estão dizendo é: “os cristãos de todas as crenças e correntes doutrinárias devem se unir em uma organização visível, independentemente de… Uni-vos, uni-vos!”

Tal ensino é falso, irresponsável e perigoso. A verdade apenas deve determinar nossos alinhamentos. A verdade vem antes da unidade. A unidade sem a verdade é danosa.

A oração de nosso Senhor em João 17 deve ser lida em seu contexto completo. Veja o versículo 17: “Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade.” Somente aqueles santificados por meio da Palavra podem ser um em Cristo. Ensinar de outra forma é trair o Evangelho.” Charles H. Spurgeon, The Essence of Separation, citado em The Berean Call, julho, 1992, p. 4.

Num sermão intitulado Promovendo a Verdadeira Unidade, pregado em 1865Spurgeon também afirmou: “Certamente a unidade do Espírito nunca requer algum apoio pecaminoso; ela não é mantida suprimindo a verdade, e sim apregoando-a por toda parte.” Leia mais aqui.

Uma visão adventista sucinta do movimento ecumênico pode ser encontrada no artigo A Igreja Adventista do Sétimo Dia e o Ecumenismo, do  Pr. Glauber Souza Araujo, professor de Ensino Religioso do UNASP.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s