Publicado em Livros, Notícias, Reflexões, Testemunhos

“Eu Não Morri. Eu Não Fui para o Céu”

Uma editora cristã vai parar de vender o livro “The Boy Who Came Back from Heaven” [O garoto que voltou do céu], agora que o personagem, jovem que ficou paralítico em um acidente de carro, disse que a história de ir para o céu não é verdadeira.

A editora Tyndale House afirmou tanto à NPR quanto ao The Washington Post que vai retirar de circulação o best-seller de 2010, escrito por Alex Malarkey e o pai dele, Kevin Malarkey.
A editora tomou a decisão depois que Alex escreveu uma “carta aberta” à distribuidora LifeWay, na qual afirma: “Eu não morri. Eu não fui para o Céu.” A carta foi postada no site Pulpit and Pen.

O livro de Malarkey é um de uma série de best-sellers sobre pessoas que afirmam ter ido para o céu e depois voltado. O mais conhecido é “Heaven is for real” [O céu é real], de Todd Burpo, best-seller número 1 do USA Today que foi transformado em filme.

“The Boy Who Came Back from Heaven” [O garoto que voltou do céu] alcançou a posição número 46 na lista do USA Today.

Segundo a descrição da editora do livro, “em 2004, Kevin Malarkey e seu filho de 6 anos de idade, Alex, sofreram um terrível acidente de carro. O impacto do acidente deixou Alex paralisado – e, em termos médicos, era improvável que ele pudesse sobreviver. ‘Eu acho que Alex partiu para estar com Jesus’, um amigo disse ao pai aflito. Mas dois meses depois, Alex acordou do coma com uma história incrível para compartilhar. Sobre eventos na cena do acidente e no hospital, enquanto ele estava inconsciente. Sobre anjos que o levaram através dos portões do próprio céu”.

Mas, em sua carta aberta, Alex escreveu: “Eu disse que fui para o céu porque pensei que iria chamar a atenção. Quando fiz as declarações que fiz, eu nunca tinha lido a Bíblia. As pessoas têm lucrado com mentiras, e continuam a lucrar… Elas devem ler a Bíblia. Ela é suficiente. A Bíblia é a única fonte da verdade. Qualquer coisa escrita pelo homem não pode ser infalível.”
Ele também disse: “Por favor, perdoem a brevidade (da carta), mas por causa das minhas limitações (médicas), eu tenho que mantê-la curta.”

Fonte: DeseretNewsNational

Nota deste blogue:

“Eu nunca tinha lido a Bíblia”. A falta de estudo da Bíblia tem levado muitas pessoas (cristãos inclusive) aos mais variados (e populares) enganos em relação à morte. Os que leem a Palavra de Deus, porém, sabem que ela faz distinção muito clara entre o estado dos que estão vivos e o dos que já “dormiram” (expressão da própria Bíblia): “Porque os vivos sabem que hão de morrer, mas os mortos não sabem coisa nenhuma” Eclesiastes 9:5; “Os mortos não louvam o SENHOR…” Salmos 115:17 “A sepultura não te pode louvar…Os vivos, somente os vivos, esses te louvam como hoje eu o faço” Isaías 38:18-19. Além de nos alertar do perigo dos falsos ensinos e de “sinais e prodígios da mentira”, a Palavra de Deus nos assegura que a situação dos mortos [de inexistência e, obviamente, inconsciência] permanecerá inalterada até o momento futuro de restauração e julgamento – a ressurreição: “Não fiquem admirados com isto, pois está chegando a hora em que todos os que estiverem nos túmulos ouvirão a sua voz e sairão…Porquanto a vontade daquele que me enviou é esta: Que todo aquele que vê o Filho, e crê nele, tenha a vida eterna; e eu o ressuscitarei no último dia.” João 5:28 e 29; 6:40).

Como afirmado acima pelo personagem que se retratou, os cristãos devem se voltar para a Bíblia. Nela encontrarão luz suficiente e forças para aguardar a verdadeira e “bendita esperança”, quando “o Senhor mesmo, dada a sua palavra de ordem, ouvida a voz do arcanjo, e ressoada a trombeta de Deus, descerá dos céus, e os mortos em Cristo ressuscitarão…” 1 Tessalonicenses 4:16.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s