Publicado em Ilustrações, Pensamentos, Reflexões

Um Incomparável Par de Óculos

Imagem: Adventist Mission

“O que é que você está lendo?”, o médico perguntou quando entrou na sala de exame e viu Tina com um livro aberto no colo.

Tina ficou ligeiramente corada. “É, ah…, a Bíblia.”

“Oh?”, o médico disse enquanto tirava um par de óculos de um saco plástico. “Eu não sabia que eles publicavam a Bíblia em brochura.” “Ah, publicam sim”, respondeu Tina.

“Por que você lê a Bíblia?”, perguntou o médico. Então, antes que Tina pudesse responder, ele continuou. “Quero dizer, com todos os diferentes tipos de livros por aí, eu acho que um livro antigo, desatualizado assim seria muito chato.”

“Oh, não”, disse Tina. “Não é nada disso. Ela realmente me ajuda… Bem, é como… Eu não sei…” Tina sentiu-se frustrada porque não conseguia expressar o que estava pensando.

O médico levantou o novo par de óculos que tinha tirado do saco. Tina tirou os óculos velhos, e ele colocou o novo par em seu rosto, verificando atrás das orelhas para ver como os novos óculos se encaixavam.

“Uau!”, Tina disse imediatamente. “Que diferença!”

O médico sorriu. “Você nem percebia o quanto estava perdendo com o seu velho par de óculos, não é mesmo?” “Não”, Tina disse, girando a cabeça para olhar tudo ao redor. “Tudo é tão nítido e claro agora.”

De repente, ela teve um pensamento. “Ei!”, ela disse. “É por isso que eu leio a Bíblia!”. O médico não disse nada, mas uma interrogação ficou evidente em sua expressão.

“Ler a Bíblia me dá um par de óculos”, disse ela, “que eu não teria de outra maneira. É como se, quando eu leio a Bíblia, e especialmente quando eu memorizo versículos, isso me ajudasse a ver com mais clareza. Isso me ajuda a ver o que é certo e o que é errado, e isso me ajuda a encontrar o poder de escolher a coisa certa também.”

“Ler a Bíblia realmente faz isso?”, perguntou o médico. Tina assentiu com a cabeça vigorosamente. “Realmente, o senhor deveria experimentar”, disse ela.

Ele balançou o velho par de óculos em sua mão. “Talvez eu faça isso.”

Fonte: Josh McDowell (Josh.org)

Publicado em Comemorações, Livros, Pensamentos, Pesquisas, Reflexões

Fatos Curiosos da Bíblia

A Bíblia é um conjunto de escritos, de mais ou menos 40 pessoas, entre profetas e apóstolos inspirados pelo Espírito Santo, que viveram em tempos diversos durante um período de 1.500 anos. Os Dez Mandamentos da Lei de Deus foram escritos pelo próprio dedo de Deus em duas tábuas de pedra. A Bíblia foi o primeiro livro impresso por Johannes Gutenberg na Alemanha, em 1456. O menor verso está em Êxodo 20:13 e o maior em Ester 8:9. O maior capítulo é o Salmo 119 e o menor é o 117. O verso que se encontra no meio da Bíblia é o Salmo 118:8. A palavra Jeová ou Senhor aparece mais de 45.000 vezes. O Senhor Jesus, como Salvador, 16 vezes. Como Mestre, 64 vezes. Como Senhor, 650 vezes.

A última oração pronunciada na Bíblia é: “Vem, Senhor Jesus.” Apoc. 22:20. O nome Jesus aparece por volta de 1.000 vezes no Novo Testamento, e o nome Cristo 500 vezes. A palavra sábado é mencionada 40 vezes no Antigo Testamento, e 55 no Novo. A palavra imortal só se encontra uma vez em toda a Bíblia (I Tim. 1:17), e isto em relação a Deus. Não há nenhuma única passagem em toda a Bíblia que fala em alma ou espírito imortal. O porco é mencionado 6 vezes no Antigo Testamento e 13 no Novo. O Dr. Lucas, no seu Evangelho, faz menção dele 6 vezes. Em todos os textos ele é citado como animal imundo e impróprio para a alimentação.

O dízimo é mencionado 9 vezes no Novo Testamento, e sempre como consagrado a Deus. Há três ordenanças cerimoniais mencionadas e válidas para a observância da igreja cristã: o Batismo, a Ceia do Senhor e o Lava-pés. Esta última é a única que tem a palavra bem-aventurada. A Bíblia declara 2.008 vezes que Deus é o seu Autor. A Bíblia chama a segunda vinda do Senhor de “A Bem-aventurada Esperança”, e no Novo Testamento há mais de 300 passagens que apontam para esse glorioso dia. Existem mais de mil diferentes promessas no Livro de Deus e um “não temas” para cada dia do ano.

Lutero declarou: “A Bíblia e somente a Bíblia deve ser o fundamento de nossa fé e da religião verdadeira.” E a própria Bíblia afirma: “Porque toda a Escritura Sagrada é inspirada por Deus e útil para ensinar a verdade, condenar o erro, corrigir as faltas e ensinar a maneira certa de viver.” II Tim. 3:16.

Pr. Geraldo Marski (Quando Tudo Dá Certo)