Publicado em Filmes, Livros, Notícias, Reflexões, Revistas, Testemunhos, Uncategorized

Biografia de herói que inspirou filme indicado ao Oscar é lançada no Brasil

 

Andrew-Garfield-in-Hacksaw-Ridge-2016-1-800x533

A editora Casa Publicadora Brasileira lançou, ainda no ano passado (2016), a versão em língua portuguesa da biografia de Desmond Doss escrita por Frances M. Doss, segunda esposa do veterano de guerra que inspirou o filme “Até o último homem”, indicado a 6 Oscars em 2017. Leia o artigo “Herói improvável”, publicano na Revista Adventista (e a Entrevista com o próprio Desmond Doss, de 1987).

CPB lança biografia do herói adventista da II Guerra Mundial.

Pequena resenha/apresentação da editora:

“Senhor, ajuda-me a salvar mais um.”

A artilharia pesada em Okinawa multiplicava as vítimas, mas não intimidou Desmond Doss, soldado e homem de fé. Com a coragem e a força da oração acima, ele se recusou a procurar abrigo e carregou, um por um, seus companheiros caídos até um local seguro. Em aproximadamente cinco horas ele resgatou todos os 75 feridos naquele ataque. Este e outros atos heroicos fizeram com que ele recebesse a mais alta distinção que se pode conferir a um soldado norte-americano: a Medalha de Honra.
Porém, sua história não termina em 1945. Houve muitas outras batalhas e vitórias para o homem conhecido como “o mais improvável dos heróis”. Este livro conta cada uma delas.
Da infância marcada por acidentes à bravura na Segunda Guerra Mundial, da trágica perda de sua esposa Dorothy às batalhas contra a surdez e o câncer, Desmond Doss viveu com devoção insuperável. Devoção a seu país, a suas convicções e, acima de tudo, a seu Deus.

Detalhes do produto

Formato: 14.0 x 21.0 cm
Número de páginas: 176
ISBN: 978-85-345-2353-0
Acabamento: Brochura

Fonte (e “site” para adquirir o livro): CPB

Observação: Assim como Desmond Doss, funcionários da Casa Publicadora Brasileira (editora adventista) guardam o sábado. A compra de produtos no “site” só é possível fora das horas do sétimo dia bíblico, que começa ao pôr do sol de sexta-feira e termina ao pôr do sol de sábado.

Publicado em Livros, Pensamentos, Perguntas e Respostas, Reflexões, Testemunhos

“Deus Se Importa com seu Ônibus Atrasado”

Imagem: Lago di Carreza – Sudtirol.com

Escutei a sua oração e vi as suas lágrimas. Isaías 38:5

Você acredita em respostas imediatas para a oração? Garanto que Deus responde. Até se for para tirar uma foto.

Fuçando no Google, achei um cantinho neste planeta de deixar o queixo caído. Um lugar espetacular com as digitais do próprio Éden. A película de água era colorida feito uma imensa bacia de tintas verde-esmeralda, azul­turquesa e porções de amarelo-ouro. A borda de pedras brancas realçava sua transparência. Um cinturão verde de pinheiros altíssimos perfilados balançava lentamente ao vento. E tinha mais: uma muralha intimidadora de montanhas cinzentas formando uma cordilheira de formas incríveis, com a moldura final do céu azul feito uma bandeira imensa flutuando sobre tudo. Imaginou este paraíso? Eu me apaixonei por ele, antes mesmo de estar lá. Estou falando do Lago di Carezza, na Itália.

Anos depois, alterei uma ida à Europa em 2.000 quilômetros para conhecê­-lo pessoalmente. Ao me aproximar de lá, meu coração acelerado era o único barulho ouvido no silêncio daquele bosque. Parei o carro e suspirei, vendo a placa: “Trilha para o Lago di Carezza.” A ansiedade me fez esquecer tudo, até a chuva. Contornei uma curva, afastei um arbusto e ali estava: nada! Desmoronei ao notar a chuvarada bloqueando a visão. Confesso que as lágrimas brotaram, e abri o coração, orando: “Senhor, vim de tão longe para ver isso? Mostre-me a Sua criação!”

Inexplicável! Mas a chuva virou garoa e foi desaparecendo. Meus olhos se arregalaram e, em minutos, descortinou-se a paisagem mais linda da minha vida. Ali estava ela exatamente como eu sonhara anos antes.

A Bíblia nos diz para “pedir, bater e buscar”. Quanto tempo nós perdemos com problemas que seriam facilmente solucionados se estivéssemos de joelhos dobrados? Sabia que Deus Se importa com seu ônibus atrasado, com uma inconveniente chuva na hora errada e até com um problema na web para baixar um arquivo superimportante?

Orar pelos grandes problemas não exclui pedir pelas pequenas coisas. O Pai do Céu leva a sério o que você está precisando. Jesus ama o fato de incluirmos Sua companhia divina em nosso dia a dia humano. Com Ele, a chuva passará.

Fonte: Inspiração Juvenil 2013: Volta ao Mundo em 365 Dias, de Odailson Fonseca

Publicado em Pensamentos, Perguntas e Respostas, Pesquisas, Reflexões

Por que Universitários Cristãos Estão Perdendo a Fé

Original: (Renato Vargens)
As estatísticas são sombrias. Alguns chegam a afirmar que, em média, 60% dos jovens evangélicos que adentram a universidade se afastam da comunhão dos santos e da igreja. Ora, seria simplista da minha parte afirmar de modo absoluto os reais motivos para a apostasia de nossos jovens, todavia, acredito que algumas razões são preponderantes para o esfriamento da fé da juventude cristã:

1. Nossos jovens não estão sendo preparados pela igreja para enfrentar as demandas sociais, comportamentais e filosóficas na universidade. Na verdade, afirmo sem a menor sombra de dúvidas de que a igreja não está oferecendo à sua juventude ferramentas necessárias para a desconstrução de valores absolutamente anticristãos. Por exemplo, as universidades públicas estão repletas de conceitos marxistas. Volta e meia eu recebo a informação de professores que em sala de aula zombam de Cristo, ridicularizando publicamente todos aqueles que se dizem cristãos.
2. Nossos jovens não estão sendo preparados pelos pais com vistas ao enfrentamento cultural. Vivemos numa sociedade multifacetada, cujos valores relacionados a sexo, família, trabalho, sucesso e moral foram relativizados. Nessa perspectiva, não são poucos aqueles que ao longo dos anos têm sucumbido diante da avalanche de conceitos extremamente antagônicos aos pressupostos bíblico-cristãos.
3. Nossos jovens não têm sido preparados pela igreja para responder às perguntas de uma sociedade sem Deus, como também oferecer respostas àqueles que lhes questionam a razão da sua fé. Nessa perspectiva, os conceitos “simplistas” de alguns dos nossos rapazes e moças têm sido facilmente descontruídos num ambiente em que o ceticismo e a incredulidade se fazem presentes.
4. Nossos jovens têm sido influenciados negativamente pelo secularismo, hedonismo e satisfação pessoal. Sem sombra de dúvidas, acredito que o secularismo é um grave problema em nossos dias. A Europa, por exemplo, transformou-se num continente secularista onde o que mais importa é o bem-estar comum e a ausência de Deus. Nessa perspectiva, vive-se para o prazer, nega-se uma fé transcendente quebrando todo e qualquer paradigma que nos faça lembrar-nos de Cristo ou da igreja.
Diante desse funesto quadro, surge a pergunta: O que fazer então?
1. A igreja precisa fortalecer a família, oferecendo aos casais ferramentas para a edificação de lares sólidos cujo fundamento é a infalível Palavra de Deus.
2. A igreja precisa preparar seus jovens para responder às perguntas da sociedade. Nessa perspectiva, deve-se investir numa formação apologética, cujo foco deve ser oferecer à juventude “armas” espirituais capazes de anular sofismas.
3. A igreja precisa investir em universitários, promovendo grupos de comunhão, debates, além de discussões teológicas, sociológicas e filosóficas, oferecendo a eles condições de responder aos seus inquiridores o porquê da sua fé.
4. A igreja precisa estudar teologia com os universitários. Questões relacionadas ao pecado, juízo eterno, salvação, morte e sofrimento, além de tantos outros conceitos relacionados aos nossos dias precisam ser explicados e entendidos pelos nossos jovens.
5. A igreja precisa preparar seus jovens para se relacionarem com a cultura. O problema é que em virtude do maniqueísmo que nos é peculiar, satanizamos o mundo bem como todas as suas vertentes culturais. Por outro lado, existem aqueles que em nome da contextualização “mundanizaram” a igreja, levando o povo de Deus a um estilo de vida ineficaz cujos frutos não têm sido muito bons.
6. A igreja precisa fomentar em seus jovens o desejo de conhecer a Deus e se relacionar com Ele. Jovens que se relacionam com Deus através da oração e das Escrituras Sagradas tornam-se mais fortes diante dos embates desta vida.
Que Deus nos ajude diante da hercúlea missão, e que pela graça do Senhor nossa juventude possa ser bênção da parte do Senhor na universidade.
Nota: A igreja precisa trabalhar mais por essa classe especial, a dos universitários. É um grupo que cresce cada vez mais em nosso meio e que enfrenta grandes desafios espirituais/intelectuais nos campi. Estudei numa universidade federal e compreendo as pressões a que essas moças e esses rapazes são submetidos (confira aqui). O preparo do curso bíblico para universitários O Resgate da Verdade (procure no Departamento Jovem de seu Campo) faz parte desse esforço da Igreja Adventista na América do Sul em favor dos estudantes cristãos. O programa Em Busca das Origens, que vai ao ar hoje, a partir das 20h, pelo site aovivo.adventistas.org é outro desses esforços.[MB]
Fonte: Criacionismo
Publicado em Livros, Pensamentos, Reflexões, Testemunhos

Livro do Mês: Transformados por Seu Amor, de Loron T. Wade

O Livro do Mês é “Transformados por Seu Amor”, de Loron T. Wade. O primeiro que deixar um comentário aqui expondo a razão por que gostaria de ganhar este livro, receberá um exemplar em sua casa (endereço no Brasil). Boa leitura!

Segue o texto da quarta capa:

Mais do que meras histórias, os relatos apresentados neste livro são testemunhos do grande amor de Deus. Pat Grant o expressa assim: “Maravilhado, fico sem palavras ao imaginar o semblante de um Homem tão poderoso e ao mesmo tempo tão humilde que Se dignou a me buscar somente para me fazer compreender que a vida que eu levava não era para mim.” Se você se sentir tocado ao ler estas comoventes histórias, não estranhe. Muitos já choraram e sentiram o impacto do amor de Deus.

 

 

Publicado em Livros, Pensamentos, Reflexões, Testemunhos

Livro do Mês: Mil Cairão ao Teu Lado

O Livro do Mês é Mil Cairão ao Teu Lado, de Susi Hasel Mundy & Maylan Schurch. Para participar do sorteio de um exemplar, siga @Ler_pra_crer no Twitter e dê RT nos tuítes de divulgação da promoção com o link: http://kingo.to/1bV9. O sorteio será no dia 5 de outubro. 

Diante das cenas dramáticas que retratam os anos sangrentos da segunda guerra mundial, um cristão é levado não apenas a se perguntar como agiria se tivesse tido a desventura de viver durante aqueles tempos difíceis, como também a refletir sobre as profecias que apontam para o ressurgimento da perseguição e da violência com motivação religiosa num futuro próximo – com contornos muito semelhantes à que foi perpetrada contra o povo judeu pelo sistema nazista. Mesmo não o tendo lido ainda por inteiro – apenas algumas poucas páginas esparsas, posso assegurar que este livro cumpre o propósito para o qual foi escrito: trazer encorajamento para o povo de Deus durante “o tempo do fim”. Veja a “sinopse” abaixo:

Franz Hasel, um pacifista de quarenta anos, foi convocado e enviado para a Companhia Pioneira 699, a tropa de elite de Hitler que construía pontes na linha de frente. Seus princípios religiosos não o tornavam bem-visto pelos superiores. Apelidado de “comedor de cenoura” e “leitor da Bíblia”, ele finalmente ganhou o respeito da sua unidade. Pouco antes de ser enviado para a Rússia – onde quase todos os 1.200 homens da sua unidade morreram – ele secretamente jogou fora a sua arma, com medo de que, sendo o melhor atirador da companhia, fosse tentado a matar na guerra. Na Rússia, enfrentou um novo problema: como advertir os judeus locais antes que as tropas nazistas os pegassem.

Enquanto isso, em casa, a esposa de Franz, Helene, e seus quatro filhos travavam suas próprias batalhas. Pressionada para filiar-se ao partido nazista, ela anunciou: “Pertenço ao partido de Jesus Cristo.” Correndo o risco de ter seus filhos levados, ela permaneceu firme em sua decisão.

As chances de sobrevivência? Muito pequenas. O único aliado? Deus.

Em poucos anos, eles passaram por inúmeros perigos de vida. Enquanto milhares ao redor morreram como vítimas dos horrores da guerra, eles foram carregados nas asas de anjos – algumas vezes literalmente. Esta é a história verdadeira e tocante de uma família que escolheu ser fiel a qualquer custo e encontrou refúgio na sombra do Todo-Poderoso.